top of page

Lina Bo Bardi e seus cavaletes

O atual prédio do MASP foi inaugurado em 1968, uma arquitetura arrojada projetada por Lina Bo Bardi. Dentro dela a expografia do seu acervo é maravilhosa, no segundo andar encontramos, mestres da pintura como Renoir, Cézanne, Van Gogh, entre muitos outros. Todos expostos em cavaletes com base de concreto e vidro. Uma beleza.


Sou frequentadora do MASP desde muito menina. Minha escola era uma grande incentivadora da arte e da cultura. Eu entrei no Colégio Estadual Vocacional Oswaldo Aranha em 1969. Sim escolas estaduais podem e devem ser de qualidade como foi a experiência dos colégios vocacionais estaduais. Ter me formado lá, é um grande diferencial em minha formação e acredito que foi para todos que por lá passaram.


Foi por incentivo da escola que buscávamos conhecimento e nos sentíamos pertencentes aos espaços culturais da cidade. Eu adorava ir até lá, e ia sozinha. Pegava ônibus Aeroporto que passava perto de casa e ia até a avenida Paulista visitar o museu, demorava horas. Era de graça.

Passeava entre aqueles cavaletes observando, admirando e absorvendo arte. Até hoje não posso ir até o MASP sem ir visitar meus velhos conhecidos do segundo andar.


Em abril de 2022, eu frequentava o ateliê de vidro coordenado pela professora Regina Lara que era oferecido para os doutorandos do Programa de Educação, Arte e História da Cultura da Universidade Mackenzie. Eu simplesmente me apaixonei, queria ter um forno para trabalhar com o fusing - vidro fusão que a técnica de modelagem e pigmentação do vidro a temperaturas muito altas. Leslye Revely e eu projetamos um vidro que iria precisar de um suporte para ficar de pé e me lembrei dos cavaletes de Lina.


Ótima ideia, mas como fazer?

Contei para o meu marido minha ideia genial, que não sabia como executar, e ele muito do curioso, e amante de boas ideias, arquiteto, sabia resolver o problema. Buscou na internet o projeto dos cavaletes de Lina Bo e adaptou para fazer o molde na 3D e fez.




Preparou o cimento, derramou o molde, mas infelizmente ele faleceu em maio e não desinformou.

Eu desinformei depois de um tempinho, mas quebrei parte do molde e virou uma busca de fazer o bom cavalete para minhas obras, embora o vidro projetado por Leslye e eu, ganhou o cavalete que ele fez. Eu sempre acho que ele iria gostar de ver essa pesquisa.







Luana Pereira, amiga do Dado, meu marido, trabalhava com ele em arquitetura, mas já fazia umas peças de concreto. Pedi ajuda e ela pegou o molde, desenvolveu uma maneira de fazer as peças e voltou com 10 lindos cavaletes de concreto. Me ensinou a fazer, uma pessoa linda.


Eu ainda olho para aqueles cavaletes que ela fez como um lugar a se chegar.

Comecei a experimentar o cimento que é uma argamassa que tem a mistura já pronta, é só acrescentar água e encontrar o ponto certo. Bem, e o ponto certo é o x da questão. Mas o bom da vida é que a gente pode ir experimentando e inventando e procurando novas soluções.


Como acontece com qualquer experimento, os primeiros resultados foram um pouco desastrosos. Alguns cavaletes simplesmente se desmoronaram. Mas sabe de uma coisa? Não desisti. Arrisquei mais uma vez.


No sítio Copaíba, onde tenho um ateliê, faço grandes experimentações. Tenho experimentado misturar com terra de formiga, com borra de café, vou experimentando também fazer o cimento sem misturas.


Deixo secar e não passo verniz nas peças, seria uma heresia para mim. Passo encáustica, ela protege o cimento, dá brilho e fortalece a peça.


Todas essas belezuras são pigmentadas de forma natural, seja com a encáustica básica, borra de café ou terra de formiga. O resultado ficou tão incrível que resolvi compartilhar esses cavaletes com você na minha loja. Agora, suas obras - assim como as minhas - podem ter um lugar de destaque na casa das pessoas que você ama.


Dá uma olhada na nossa seleção de cavaletes e como essas peças podem fazer maravilhas pela sua arte e decoração.


Eu acho que ficaram lindos, será que Lina e o Dado iriam gostar?


Você pode comprar os cavaletes em minha loja: https://www.anatelie.art.br/product-page/cavaletes-de-mesa



71 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page