Pintura Encáustica da Alma

Atualizado: 5 de set.

Claudia Sopas Rocha começou o curso de pintura encáustica online em 15 de março de 2019. Como todo aluno que inicia o curso online estava cheia de curiosidade, ansiosa e diria que um pouco apreensiva.


Será que iria aprender mesmo essa técnica milenar?

Claudia mora em São Luiz do Maranhão. Me contou que andava a procura de um curso de pintura encáustica há muito tempo. Já havia feito algumas tentativas, mas nunca dava muito certo.


Desde o primeiro dia, mantemos um canal de comunicação pelo WhatsApp para tirar algumas dúvidas e contar sobre o seu desenvolvimento.

Animada dizia que estava com a cabeça cheia de ideias depois de começar o curso de pintura encáustica. Devo alertar que isso sempre acontece, a criatividade floresce, e a pessoa começa ficar cheia de ideia e quereres.


Em uma de nossas conversas, Claudia disse: “Seu curso me ensinou as técnicas adequadas e a correta proporção do médium encáustica. Estudo encáustica há mais de 7 anos e nunca consegui a pigmentação e o médium correto”.

Claudia fez o curso todo, mostrou os seus equipamentos e como estava fazendo seus trabalhos. Fiquei super feliz de ver suas primeiras encáusticas básica e pigmentadas. Devo dizer que fiquei muito orgulhosa.



Quando se inicia o curso online, tem uma lista de materiais que são sugeridos para que se possa fazer o curso com qualidade e segurança. Algumas vezes, por motivos econômicos, ou dificuldade de encontrar o material na localidade onde mora, ou mesmo porque quer usar o que já tem em casa, é preciso adaptar o material. Foi isso que Claudia fez. Bandeja térmica, ou mesa paleta ela não tinha


Não teve dúvida, adaptou uma chapa ao seu fogão e foi lá que trabalhou. Claro que usar a chapa direto sobre o fogo requer um cuidado maior para não deixar ferver a encáustica. É interessante usar o fogo mais baixo e ficar controlando a temperatura. Se puder, deixe um termômetro de mesa na chapa para desligar o fogo quando a temperatura aumentar muito. Lembrando que trabalhamos com a cera entre 85º a 102º C.

Outra adaptação de Claudia, foi sua mesa de trabalho. Ela usou uma parte da pia da cozinha para fazer suas primeiras pinturas. Não acho que seja o melhor lugar trabalhar na cozinha, pois você impede que se cozinhe por lá. Além disso, eu recomendo que todo material que foi usado para a encáustica, só seja usado para ela. Caso você tenha adaptado algo em que você cozinhava, não use mais para esse fim. Entendo que essa foi a maneira encontrada para ela dar início à sua pesquisa com a pintura encáustica. Esses foram os seus primeiros passos.

Com muita alegria fui vendo o seu desenvolvimento e já nos primeiros trabalhos, percebi os elementos cores que dominam o seu universo, os azuis e elementos da natureza.


Com sua evolução durante todo o curso, aos poucos foi aumentando o tamanho de seus suportes, foi pesquisando diferentes materiais, abriu muitas portas.


Quando eu mandei para ela minha pesquisa com tinta à base de álcool, logo se interessou e me surpreendeu com um trabalho lindo.

Poucos meses depois Claudia me manda um convite da sua primeira exposição individual na Galeria do Ministério Público de São Luiz do Maranhão:


Ana, hoje foi a abertura da minha exposição “Identidade: encáustica da alma”. Preciso deixar registrado minha admiração por seu trabalho e pessoa. Muitos anos de estudo sobre a técnica só foram postos em prática graças a você, ao seu curso, além disso tudo, graças às nossas trocas pós curso. Um ano particularmente muito difícil e penoso para mim, acabou se tornando memorável pelo trabalho com a encáustica. Muito obrigada por tudo.

A encáustica tem essa capacidade de oferecer caminhos, para todos aqueles que se dispõe a compreender a suas nuances. Ela abre um diálogo interno, nos aquece, derrete, liquidifica nossos temores e angústia, e nos transmutamos, com a pintura encáustica conseguimos tornar visível o invisível.






Matéria sobre a exposição ‘A Encáustica da Alma’ da aluna de Pintura Encáustica Online Cláudia Sopas Rocha . TV UFMA – Jornal da Manhã – 16/12/19 (Bloco III)

Ana Carmen Nogueira, Mestre e Doutoranda em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie. Graduação em Artes Plásticas. Especialista em Educação Especial com aprofundamento na área de deficiência visual e Arteterapia. Desenvolve pesquisa de pintura encáustica, ministra cursos desta técnica e atua como Arteterapeuta no Ana Carmen Ateliê de Arte.


Facebook: www.facebook.com/anacarmenart Instagram: www.instagram.com/anacarmenart/ Youtube: www.youtube.com/c/EncausticaAnaCarmenAtelie Pinterest: br.pinterest.com/anacarmenart www.anatelie.art.br

#cursodeartes #cursodepinturaencáustica #Exposiçãodearte #exposiçãopinturaencáustica #alunaonlinedeartes #artes

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo