Teias – Memórias do curso de pós-graduação em Arte Reabilitação

Atualizado: 27 de jun.

A gente não prepara aula, nós nos preparamos para a aula

Final de semana intenso. Todo mês desde setembro de 2020, nos reunimos um final de semana por mês para o curso de pós-graduação latu senso em Arte Reabilitação.


Foi um sonho sonhado por Tania Freire a partir do sonho sonhado por Ana Alice Francisquetti que foi quem implantou a Arte dentro da AACD – Associação de Assistência à Criança Deficiente, que visa a reabilitação de seus clientes.


Nesses sonhos sonhados, ajudei Tania Freire a elaborar o seu plano de um curso de formação de profissionais que atuassem dentro dos ateliês como arte reabilitação. O Instituto Faces nos acolheu e assim começamos a colocar em prática o que foi tão cuidadosamente sonhado, aprendido e construído durante os anos que Tania e Ana Alice estiveram à frente do ateliê da AACD.


Uma das coisas mais interessantes são o saberes que se encontram e constroem juntos. Conseguimos montar uma equipe multidisciplinar para formar o arte reabilitador. Psicólogos, Pedagogos, Médicos Fisiatras, Fisioterapeutas, Terapeutas Ocupacionais, Arteterapeutas, Arte-educadores e Artistas.


Nesse frio final de semana no meio de maio, nos reunimos novamente. Sábado, Neurociência e Emoções com Cristine Franco e domingo apresentei Arte, conceito e história ou para quê arte?


Quantas trocas, quantas discussões e deslocamentos. Me lembrei de Virginia Kastrup no seu curso Pistas Cartográficas que acabei de fazer remotamente em que falava “a gente não prepara aula, nos preparamos para ela”. Nos preparamos, pensamos no grupo que nos aguarda do outro lado da tela, temos um roteiro, mas sabemos que no percurso podem ocorrer desvios, obstáculos, surpresas e deslumbramentos.


Foi um final de semana intenso. Fui dormir me sentindo esvaziada, mas na verdade eu estava invadida de falas, de dúvidas, de expressões e sentimentos que trocamos durante as horas dedicadas aos meus companheiros e companheiras de aventura.


Belezuras acontecem.

Belezuras podemos fazer, criar, tecer.


Acordo cedo aqui no sítio. Está tudo sob uma espeça neblina e aos poucos o raio do sol vai conseguindo aparecer. Estou olhando a cerejeira que anda meia sofrida, poucas folhas…


Começo a perceber um rendado em diferentes galhos. Isso não estava ali ontem.

São teias de aranhas, delicadas se espalham pelas árvores de meu jardim. Lindas, com orvalho pendurado nelas. Lembrei do meu grupo, do nosso final de semana e dos conhecimentos que tecemos e espalhamos pelos nossos jardins.

Delicadamente.


Obrigada pelos compartilhamentos.


Ana Carmen Nogueira, Mestre e Doutoranda em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie. Graduação em Artes Plásticas. Especialista em Educação Especial com aprofundamento na área de deficiência visual e Arteterapia. Desenvolve pesquisa de pintura encáustica, ministra cursos desta técnica e atua como Arteterapeuta no Ana Carmen Ateliê de Arte.


Facebook: www.facebook.com/anacarmenart Instagram: www.instagram.com/anacarmenart/ Youtube: www.youtube.com/c/EncausticaAnaCarmenAtelie Pinterest: br.pinterest.com/anacarmenart

www.anatelie.art.br

#aacd #artecomamor #artequereabilita

2 visualizações0 comentário