Encáustica sobre ardósia

Atualizado: 27 de jun.

A ardósia é um xisto argiloso, isto é uma rocha sedimentar de composição parecida com a argila e apresentam uma laminação bem visível.


Na antiguidade esse tipo de pedra, conhecida como tábua ou tabuinha foi muito usada na pintura encáustica. Em 1818, na Itália, na região de Cartona, encontraram uma imagem feita de encáustica sobre ardósia. Essa imagem ficou conhecida como a Musa de Cortona.


John Sartain (1808-1897) conta que na Itália, na região de Cortona, um lavrador arava o campo, quando de repente descobriu na terra um pedaço de ardósia. Retirando da terra e fazendo uma limpeza rápida percebeu se tratar da imagem de uma mulher. Logo considerou que a imagem era da Virgem Maria. Levou para sua casa e a pendurou na parede de sua sala em um lugar de destaque, como se fosse um altar onde ele e a sua mulher sempre a reverenciavam.


Um tempo depois sua mulher adoeceu e o padre local foi à sua casa para ministrar os sacramentos. Ao ver a figura na parede questionou a razão daquela imagem pagã estar pendurada na parede. O lavrador explicou que para ele era a imagem da Virgem Maria. O padre enfurecido mandou o homem jogar fora aquela vil imagem pagã. No entanto, o lavrador resolveu colocá-la em um lugar que chamou de Purgatório, adaptando-a como porta do forno da sua cozinha. Em 1735, esse quadro foi resgatado pelo cavaleiro Tommaso Tommasi, proprietário daquelas terras e permaneceu na sua família até 1851, quando Louise Bartolotti Tommasi o apresentou à Academia Toscana de Cortona, que o instalou em seu museu.


A imagem mede, 38,5 cm de altura por 33 cm de largura. Apresenta a cabeça e o busto de uma jovem mulher, com o rosto visto de frente, o seio direito está descoberto e o esquerdo parcialmente coberto com um tecido drapeado. Na cabeça vemos uma coroa de louro, envolta por cabelos escuros e carrega na sua mão esquerda um instrumento musical. Por essa razão ela foi chamada de Musa Polimnia, conhecida como a Musa de Cortona.

Figura 1 Musa Polimnia. Primeira metade do sec XIX. Fonte: Academia Etrusca de Cortona. https://www.accademia-etrusca.org/oggetto/musa-polimnia/


Hoje se encontra no Museo dell’Accademia Etrusca e della Città di Cortona MAEC. Depois de muitos estudos sobre a origem e época dessa obra, hoje acredita-se que seja uma cópia ou imitação de uma pintura romana antiga feita no século XVIII.


Apesar de toda polêmica que rodeia essa pintura, e ser até pitoresca a história de sua descoberta, seja ela verdadeira ou não, me interessei em experimentar a ardósia com a pintura encáustica. Mas, devo deixar claro que foi longe, muito longe de um retrato de uma musa.

Figura 2 – Pintura encáustica sobre Ardósia, estudo. Fonte: Ana Carmen Nogueira

Encontrei no sítio, um pedaço de ardósia, do que um dia foi a placa de um piso. Tal qual o lavrador, retirei a placa da terra e a levei para casa. Dei um bom banho, retirando toda terra grudada. Levei para a mesa de trabalho e, devo dizer que eu não queria que se parecesse com nada. Comecei pintando com um azul ultramar, um pequeno pedaço. Terminei com azul cerúleo. Gostei muito da aderência, as partes lacadas da ardósia, em que aparecem bem as suas diferentes camadas deixei sem cor. Acoplei minha ferramenta Tjanting, é uma ferramenta de cobre de batik que adaptei para a canetinha elétrica e derreti encáustica pigmentada prata e fiz algumas experimentações sobre a encáustica azul, que me lembrou as pinturas divertidas de Juan Miró.

Figura 3 – ponteira da canetinha elétrica feita com Tjanting. Fonte: Ana Carmen Nogueira

Experimentar abre caminhos, tira a gente daquilo que já sabe para criar novos saberes.

Experimente você também, venha descobrir as possibilidades da pintura encáustica.

Ana Carmen Nogueira, Mestre e Doutoranda em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie. Graduação em Artes Plásticas. Especialista em Educação Especial com aprofundamento na área de deficiência visual e Arteterapia. Desenvolve pesquisa de pintura encáustica, ministra cursos desta técnica e atua como Arteterapeuta no Ana Carmen Ateliê de Arte.


Facebook: www.facebook.com/anacarmenart Instagram: www.instagram.com/anacarmenart/ Youtube: www.youtube.com/c/EncausticaAnaCarmenAtelie Pinterest: br.pinterest.com/anacarmenart

www.anatelie.art.br

#estudoscomarteencáustica #ceradeabelha #Arteencáustica #artecomanatureza #Encáusticapigmentada #cursodepinturaencáustica #ceraencáustica #Exposiçãodearte #cursoonlinedepinturaencáustica

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo